sábado, 9 de julho de 2016

Pétala Branca

Tudo que sobe, desce.
Tudo que brota, floresce.
É uma lei natural,
Ai daquele que a Esquece.


Há luz por ausência da escuridão?
Ou tudo é escuro por falta de luz?
Vermelho, é a cor do teu coração?
Ou seria a cor da tua cruz?


O amor há de vencer!
Pode-se esbravejar, enlouquecer;
Contudo, a sorte lhe conduz com perfeição;
Arrebatando tuas dores, com muito prazer.


Qual o motivo dessa tristeza?
Doe toda ela para mim, querida.
Exponha-me somente tua beleza,
Seja a pessoa mais feliz dessa vida.


Voe, tua mente é capaz!
Podes visitar Vênus e Plutão;
Ir para frente, para os lados e para trás;
Simplesmente ir ao céu, elevar-te desse chão.


Ouça tua voz, a que vem do coração.
Desfaça-se de toda inútil paixão.
Pense em ti, no quão valiosa és;
Brotas encanto, além de toda inspiração.


O Sol faz questão de, a ti, tocar,
A Lua de, a ti, banhar.
Tu és como a uma Deusa africana,
Que não me cansarei de louvar.

Um comentário:

  1. Belíssimo poema esse texto me fez viajar as terras da mãe África minha gratidão sempre

    ResponderExcluir