segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Pisar na lua.




Normal, tudo está normal.
Parece que o dia será perfeito.
Calmo como nas montanhas do Nepal,
Hoje vai ser tudo do meu jeito.

É uma bela e serena tarde.
Essa calmaria me fascina.
Uma perfeita paz me invade.
No coração uma alegria me domina.

Sinto-me puro como a brisa que me toca.
Estou leve como uma pluma que flutua.
O sublime momento de voar é agora.
Desta maneira sem bater asas vou pisar na lua.

2 comentários:

  1. Bom, suave e sereno como um bom e antigo vinho.
    É para apreciar sua beleza e suavidade aproveitando o sabor.

    ResponderExcluir