terça-feira, 18 de agosto de 2015

Um diálogo no trem...





- Tem que acabar com o tráfico, matar todos esses traficantes.
- E você acha que com isso o consumo de drogas irá terminar? 
- Claro que não né? Mas pô... 
- Então... Quem você acha que irá passar a vender, ou melhor, a traficar as drogas?
- Eu sei lá.
- Vou lhe dar uma dica, dentre as duas possibilidades: A primeira começa com P e termina com A. A segunda opção começa com P e termina com A.
- Não sei...
- As drogas, o consumo, os viciados, não irão perder a vontade de consumir só por que o tráfico foi dizimado. Alguém vai ter de continuar com isso, alguém vai ter de vender drogas. Lá nos EUA, na Colômbia, Bolívia, Jamaica, Holanda, Índia, não irão parar de produzir as drogas só pelo fato de ter-se findado as facções de tráfico aqui no RJ. Você pensa pequeno. Pensa do tamanho de uma comunidade. Mas o tráfico está além dos morros e favelas. O mundo conspira a esse favor. No mundo inteiro se consome e se negocia. Aqui no RJ, ou em outra metrópole brasileira, só tem os peixes pequenos, é o camarada que lidá com o consumidor diretamente. Há peixes muito maiores nesse “mundo”. E esses "novos traficantes" entrando, tu achas que eles vão ser bonzinhos, queridos, parceirão?
- Entendo... Mas conta pra mim, o que começa com P e termina com A?
- “PENSA”. “Pensa”, meu querido...

Nenhum comentário:

Postar um comentário