sexta-feira, 20 de maio de 2016

À primeira vista, foi assim.


Foi assim quando te vi...
Meu corpo ansiou não mais se mover;
Estouvado, pôs-se a tremer;
Meus pelos eriçaram-se,
Além da leve brisa que os tocaram.

Foi assim quando te vi...
Teus olhos cheios de brilho,
Como um diamante lindo;
Verdadeira e serenamente bela,
Uma joia perfeita e singela.

Foi assim quando te vi...
Teus lábios, sabor de mel;
(Qual ainda sou doido para tocar);
Refletem suaves nuvens lá no céu,
Em desenhos e cores delirantes.

E foi assim quando te vi...
Fizeste o caos acalentar-se;
O Universo ainda mais se expandir,
A escuridão, em luz transformar-se,
O maior de todos os amores surgir.

3 comentários: