sexta-feira, 20 de maio de 2016

À primeira vista continuou sendo assim...


Ainda foi assim quando te vi...
Meu coração parecia querer sair do peito,
As mãos suavam frias,
Fiquei sem jeito...
 A boca secou, tudo era perfeito. 

 Notei o frio na espinha.
Eu muito me enchi de alegria.
Gostoso sentir isso...
Nossa! Como a gente muda de estado (de espirito);
 Se torna outra pessoa.
Nos toca de jeito, a felicidade;
É a mais perfeita realidade.
O corpo flutua com os pés no chão,

 O
 mundo pára em saudação,
À toda essa mágica atmosfera;
Nessas horas a mente afasta toda quimera.
Simplesmente, tu és minha perfeita religião.

Uma felicidade tomou conta do meu ser,
Como há muito eu não sentia.
Foi assim quando vi você:
Sem nem de ti saber, mas muito já conhecia.

(por Silvio Luiz e Erica Nogueira)

2 comentários: