segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Não, obrigado!

Não sou obrigado:
Nem a agradecer,
E nem a ser agradecido.
Queria, a tudo esquecer,
E também ser esquecido.

Não sou obrigado:
A seguir teus passos.
A pensar como você.
Livre de qualquer laço,
ou estar a mercê.

Não sou obrigado:
A ouvir o que tu ouves.
A concordar com tuas iras.
Nem um ser que se louve.
Nem que narre mentiras.

Obrigado:
Eu agradeço tua gentileza,
Teu carinho e bondade.
És digno da nobreza,
Sempre seguirei tua amizade.

Obrigado:
Eu sou um ser pensante.
Que preza o próximo,
À harmonia, sou consoante,
Pela paz me dedico ao máximo.

Obrigado:
Do amor e caridade, sou nato.
Rico como a primavera,
Sou feliz! Por ti sou grato,
Por tudo, por toda era.

6 comentários:

  1. Só me resta agradecer pela obra. Me senti obrigado a dizer muito obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Como não se sentir obrigada a agradecer a existência de um ser iluminado que nos presenteia com esse Dom maravilhoso.

    ResponderExcluir
  3. Ahhhhhh lendo essa coisas penso que sou agradecida por ter vc na minha vida!

    ResponderExcluir